A Recepção de Camões no Barroco Português

wook 20 € Comprar

É indiscutível que o impacto que a produção literária de Camões conheceu entre os seus contemporâneos e junto das gerações de poetas que se lhe seguiram assumiu proporções singulares no contexto das Letras nacionais. O reconhecimento do valor inconfundível da sua escrita e da sua expressão artística teve no período barroco um dos seus momentos mais altos e férteis, sendo vasta a galeria de nomes cuja obra se faz eco de leituras deslumbradas dos textos camonianos. Este livro estuda o caso da recepção...

Saiba mais

Descrição

É indiscutível que o impacto que a produção literária de Camões conheceu entre os seus contemporâneos e junto das gerações de poetas que se lhe seguiram assumiu proporções singulares no contexto das Letras nacionais. O reconhecimento do valor inconfundível da sua escrita e da sua expressão artística teve no período barroco um dos seus momentos mais altos e férteis, sendo vasta a galeria de nomes cuja obra se faz eco de leituras deslumbradas dos textos camonianos. Este livro estuda o caso da recepção de Camões em Estêvão Rodrigues de Castro, um poeta da transição do Maneirismo para o Barroco a quem circunstâncias biográficas e de convívio cultural muito particulares permitiram uma assimilação muito própria e reveladora da herança do Poeta. Rui Manuel Afonso Mateus (Lisboa, 1971) é mestre em Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É professor do ensino secundário e membro do Centro de Literatura Portuguesa da Universidade de Coimbra, na qual está actualmente a preparar a sua dissertação de doutoramento.

Detalhes

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar no site consente a utilização dos cookies. Saber mais